18 de julho de 2013 às 11:19

Gestão de Pessoas e a TI


A Gestão de pessoas, nos últimos anos no Brasil, vem sofrendo profundas alterações. O modelo tradicional, onde os processos de RH eram hierárquicos e operacionais está sendo lentamente substituído por modelos mais humanos e baseados nas tendências tecnológicas.

Com o mundo globalizado e conectado em tempo real, as transações e relações comerciais e pessoais aproximaram pessoas ao redor do mundo. A tecnologia proporcionou uma nova forma de relacionamento entre as pessoas e organizações, portanto influenciando na forma de gestão de RH. Esta influencia pode ser vista em muitos softwares de gestão, como por exemplo, de relacionamento com fornecedores e clientes (CRM). Também podemos afirmar que a contribuição da TI para a gestão de pessoas depende da escolha dos modelos de gestão, das políticas e das práticas de RH que se pretende adotar. Assim, em empresas que optam por um modelo mais próximo do estratégico, a contribuição da TI é maior para o papel de parceiro estratégico e para a gestão estratégica da mudança. Em organizações que buscam modelos mais próximos do competitivo, a contribuição da TI para a gestão de pessoas é mais forte na gestão de competências e seus desdobramentos. Sistemas voltados para relacionamento interpessoal nas empresas, como websites de grupos de colaboração onde as pessoas postam suas ambições e sugestões, tem sido de grande ajuda aos profissionais de RH e aos gestores da organização. Este tipo de colaboração permite uma avaliação mais eficiente e rápida, em certos casos, do clima organizacional e inclusive no recrutamento de pessoas dentro da empresa, e externamente quando o website seja publico.

A tecnologia tem influenciado de tal forma na gestão de pessoas que um novo conceito foi utilizado para definir esta influencia, e-RH. Segundo Jones (1998, apud Costa 2003), e-RH é um modelo de gestão de recursos humanos baseado em tecnologia da informação altamente avançada. O e-Rh busca difundir o conhecimento de pessoas e conectar elas a estratégia da organização e assim alcançar o sucesso organizacional.

BÍBLIOGRAFIA

VASCONCELOS, I. & VASCONCELOS, F. Identidade e Mudança: O Passado como Ativo Estratégico, Anais do 1o ENEO, Curitiba, 16 e 17 de junho 2000.

FISCHER, A. L. Um resgate conceitual e histórico dos modelos de gestão de pessoas, In: FLEURY, M., (org.), As pessoas na organização. São Paulo: Editora Gente, 2002.

CHIAVENATO, Idalberto, Gerenciando com as Pessoas: transformando o executivo em um excelente gestor de pessoas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005 – 8ª Reimpressão.

 

Edson Luis Trevisani

Tecnólogo em gestão da tecnologia da informação – SENAC

Gostou? então Compartilha!

Outras Notícias